Como colocar cursos no currículo – Dicas para não errar

Se você tem muitos, ou alguns, cursos que gostaria de adicionar no CV, esse artigo vai te ajudar nessa questão. Pois, no conteúdo a seguir, você aprenderá como colocar cursos no currículo de uma maneira simples.

O mercado de trabalho está exigindo cada vez mais dos brasileiros. Por conta disso, saber como apresentar as suas informações no currículo é um diferencial importante, e muito apreciado, pelos recrutadores.

Elaboramos um guia pequeno, mas bem prático, que mostrará a forma como você deveria organizar as informações presentes no seu currículo e, por fim, mostraremos como adicionar de maneira apropriada os seus certificados/cursos extracurriculares em seu CV. Continue lendo para ver todas as nossas dicas e informações.

Como organizar as informações no currículo?

Antes de mais nada, você precisa saber a forma “correta”, ou mais indicada, de organizar as suas informações no currículo. O padrão mais utilizado é o seguinte:

Como colocar cursos no currículo – Um guia para não errar
Reprodução/Freepik
  • Informações pessoais (como nome, sobrenome, e-mail, telefone e endereço);
  • Formação acadêmica;
  • Objetivo profissional (o que você deseja procura/deseja alcançar caso consiga a vaga);
  • Experiência profissional (colocar suas experiências profissionais anteriores. Se forem muitas, adicionar as mais recentes ou as que tiverem mais a ver com a vaga);
  • Cursos extracurriculares.

Qual é a diferença entre formação acadêmica e cursos extracurriculares?

A formação acadêmica é a parte mais importante que deve constar no seu currículo. Ela corresponde seu grau de escolaridade. Aqui entra a sua formação escolar regular, instituições de ensino técnico, instituições de ensino superior.

Por exemplo: Ensino Fundamental Incompleto, Ensino Médio Completo, Graduado em Geografia, Graduando em Matemática, Formado em Técnico em Enfermagem no Senac etc.

Já os cursos extracurriculares são os cursos que você fez além de sua formação academia tradicional.

Veja também

Alguns exemplos mais comuns de cursos extracurriculares: Cursos de idiomas (Inglês, Espanhol etc.), Cursos de Informática, Excel, Word, Marketing Digital, Programação, Gastronomia e qualquer outro curso que você tenha feito.

Como colocar os cursos no currículo?

Adicionar os cursos no currículo pode ser um diferencial muito apreciado pelos recrutadores, especialmente se a qualificação tiver relação direta com a vaga pretendida. Quando for adicionar um curso de formação acadêmica, tente padronizar da seguinte maneira:

Psicologia

Estácio

2022 – Cursando

Previsão de conclusão em 2026

É muito importante separar os cursos de formação academia, que serão os “principais”, dos cursos extracurriculares, que serão um adicional a sua formação/base de conhecimento.

Dessa maneira, você pode adicionar esses cursos livres da seguinte maneira:

Curso de informática (Ano que fez o curso)

Nome da instituição

Carga horária do curso

Curso de Excel (Ano que fez o curso)

Nome da instituição

Carga horária do curso

Se você tiver mais de um curso para colocar, priorize os mais recentes. E lembre-se também de priorizar os cursos que tem a ver com o cargo que você está buscando.

Esperamos que com esse guia simples você tenha aprendido a colocar cursos no currículo. E caso você tenha ficado com alguma dúvida em relação a criar o seu currículo, é só deixar um comentário.

Meu nome é Jéssica Chagas, amo escrever sobre Educação e assuntos relacionados. Procuro aprender e melhorar cada dia mais. Viu algum erro ou tem alguma sugestão? Entre em contato!

Comente