Curso de Transporte de Cargas Indivisíveis – Como é essa especialização

Com tantos caminhões rodando para lá e para cá, o curso de Transporte de Carga Indivisíveis vem ganhando ainda mais o gosto dos caminhoneiros que querem se especializar no transporte de cargas especiais. O transporte terrestre é responsável por boa parte do PIB do Brasil. Cerca de 75% de toda carga movimentada no país passa pelo setor rodoviário.

A China, outro país com dimensão continental, tem apenas 43% das cargas transportadas pelo setor rodoviário.  Ou seja, o curso serve para qualificar o condutor para o transporte de carga de projeto, ou indivisível, ou especial, excepcional, ou excedente.

No conteúdo a seguir você verá como é o curso de Transporte de Cargas Indivisíveis

Afinal, o que é o curso de Transporte de Cargas Indivisíveis?

Conforme Resolução 11/4, do DNIT, uma carga indivisível é uma carga unitária, ou seja, ela representa uma única peça de estrutura ou por uma série de peças fixadas por rebitagem, solta, ou qualquer outro processo.

Curso de Transporte de Cargas Indivisíveis
Reprodução/Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem

Ainda se encaixa nesta categoria partes estruturais, matérias implementos, máquinas ou parte de máquinas e equipamentos que as suas dimensões excedem o limite estabelecido pelo Contran.

Como se trata do transporte de cargas de valores elevados, que envolvem muito risco, o curso é fundamental para aumentar a segurança nas estradas, evitando acidentes e prejuízos.

Como é o curso de Carga Indivisíveis?

Como dito anteriormente, o curso possui uma metodologia dinâmica. Os condutores têm acesso a um conteúdo educacional de primeiro nível, debates sobre os pesos e as dimensões, debates e mais detalhes sobre a legislação atual, boas práticas no processo de transporte e roteirização. Como os cursos são regulamentados pelo Contran, o curso irá capacitar os condutores de veículos de carga indivisível para trabalharem em todo o território nacional.

Alguns dos pontos que você irá aprender

Geralmente, o curso tem uma carga horária de 50 horas. Esse tempo é suficiente para você aprender muita coisa. Veja, a seguir, alguns coisas que você aprenderá nessa qualificação:

  • Legislação específica sobre o transporte de cargas;
  • Legislação de trânsito;
  • Responsabilidade do condutor durante o transporte das cargas;
  • Direção defensiva;
  • Prevenção de incêndio;
  • Noções de primeiros socorros;
  • Máquinas e equipamentos indivisíveis;
  • Cargas onde o transporte seja regulamentado pelo Contran.

O que preciso para fazer o curso

Requisitos básicos que os condutores precisam ter para fazer o curso.

  • Ser maior de 21 anos;
  • Não ter nenhuma restrição na justiça que o impeça de dirigir, nem estar com a CNH cassada e não ter nenhum tipo de ordem judicial que suspenda seu direito de dirigir;
  • Estar habilitado em uma das categorias C.

Quem deve fazer o curso

O curso é focado para os motoristas e condutores que já possuam habilitação C ou E, que tenham o interesse em se qualificar, aprimorar ou se reciclar os seus conhecimentos sobre o transporte de cargas indivisíveis. O aluno irá rever as orientações sobre condução dos veículos, segurança do transporte e muito mais.

Onde fazer o curso de Transporte de Cargas Indivisíveis?

O curso de cargas indivisíveis pode ser feito em todas as regiões do país. Basta você se matricular em uma instituição de ensino que esteja credenciada pelo Detran.

Quanto custa um curso de Cargas Indivisíveis?

É possível ler na internet muitos cursos online de cargas indivisíveis. Os cursos online são mais baratos, vendidos na faixa de R$ 300. Já os cursos presenciais são um pouco mais caros, custando cerca de R$ 600. Busque um curso mais próximo de você, no qual seja certificado pelo Detran e cumpra todas as regras estabelecidas pelo Contran.

Quanto ganha um motorista de Cargas Indivisíveis

Segundo dados do Glassdor, o salário médio de um motorista de carga indivisível no Brasil é de R$3.456. A média dos salários tem como base o envio de cinco salários disponibilizados sigilosamente por motoristas que já atuam no setor. Entretanto, o valor médio pago a um motorista de cargas especiais varia de região para região. Por conta disso, é aconselhado que você busque essa informação no seu estado ou região.

Jornalista desde 2015, possuo uma vasta experiência de grandes matérias escritas em grandes portais da internet. Hoje, coloco em prática todo o meu conhecimento no Mundo de Cursos. Caso você tenha encontrado algum errado ou tenha uma sugestão de pauta, entre em contato com a gente.

Comente