Técnico em Biotecnologia do SENAI – O que é e como funciona o curso

O curso Técnico em Biotecnologia do SENAI é indicado para quem deseja trabalhar com análises laboratoriais, na produção de vacinas, diluentes e auxiliar e executar atividades laboratoriais de uma maneira geral em centros de pesquisas.

O profissional formado encontrará diversas oportunidades no mercado de trabalho, podendo trabalhar em empresas, indústrias, agroindústrias, laboratórios e muito mais. As oportunidades profissionais são bastantes, já que a demanda por mão de obra qualificada é grande.

Se você está pensando em fazer o curso de Biotecnologia do SENAI, veja, a seguir, todas as informações importantes sobre a habilitação técnica. Além de dicas sobre como se inscrever e outros detalhes interessantes.

Como funciona o curso Técnico em Biotecnologia SENAI?

Com uma duração de aproximadamente 02 anos e uma carga horária de 1.200 horas, o curso de Biotecnologia do SENAI tem como objetivo ensinar os alunos a realizarem análises laboratoriais, pesquisas, desenvolvimento e inovação de produtos e processos de biociências e biotecnologia.

Técnico em Biotecnologia SENAI
Foto: Reprodução/SENAI

Os alunos serão capazes de participar de pesquisas, atuando no desenvolvimento e inovação de produtos e processos, seguindo sempre as normas técnicas, de qualidade, de saúde, se segurança, meio ambiente e procedimentos de biossegurança e bioética.

O curso é pago e possui uma grande disponibilidade, sendo oferecido em diversas unidades do SENAI distribuídas pelo país.

Conteúdo pragmático do curso

O curso técnico em Biotecnologia possui uma carga horária de 1.200 horas. O conteúdo pragmático do curso é dividido em 05 módulos. Saiba mais a seguir:

Básico (300 horas)

  • Fundamentos de Matemática e Estatística
  • Fundamentos de Química
  • Fundamentos de Microbiologia
  • Comunicação e Tecnologia da Informação

Introdutório (276 horas)

  • Bioquímica
  • Microbiologia Aplicada
  • Análise Físico-Química

Específico I (248 horas)

  • Pré-Projeto de Pesquisa e Inovação I
  • Biologia Molecular
  • Imunologia
  • Gestão de Qualidade

Específico II (284 horas)

  • Prestação de Serviços Técnicos e Tecnológicos
  • Processos Produtivos de Insumos e Produtos Biotecnológicos
  • Gestão da Produção
  • Pré-Projeto de Pesquisa e Inovação II

Específico III (92 horas)

  • Projeto de Pesquisa e Inovação
  • Fundamentos de Pesquisa e Inovação

Como se inscrever no Técnico em Biotecnologia do SENAI

Na plataforma Mundo Senai é possível visualizar a maioria dos cursos que são oferecidos pela instituição, assim como as unidades/escolas que estão ofertando essas qualificações. Por lá também é possível realizar a inscrição no curso desejado de forma rápida e prática.

Os interessados em se inscrever no curso técnico em Biotecnologia do SENAI deverão ter concluído ou estar cursando o Ensino Médio.

Veja a seguir como realizar sua matrícula:

Passo 01: Acesse a página do curso no site do Mundo Senai. Nessa página será possível visualizar todas as informações e detalhes da habilitação técnica.

Passo 02: Desça a página até a seção “Escolas” para visualizar as unidades que estão oferecendo o curso. Vá navegando até encontrar a unidade desejada. Ao encontrá-la, clique para prosseguir.

Passo 03: Você pode entrar em contato por telefone ou, então, ir pessoalmente até a unidade com os seus documentos pessoais em mãos para fazer a inscrição.

Passo 04: Será necessário apresentar comprovante de escolaridade, CPF, RG e um comprovante de residência atualizado. Após escolher a turma e a forma de pagamento, a sua matrícula será efetivada.

No site do Mundo Senai será possível encontrar todas as unidades que oferecem os cursos, assim como suas informações de contato. Em caso de dúvidas, entre em contato com a unidade para pedir orientações sobre como se inscrever e outras informações.

Mercado de trabalho para o Técnico em Biotecnologia

O salário de um Técnico em Biotecnologia é em média R$ 3.556,94. O profissional formado será capaz de desempenhar diferentes atividades, como realizar atividades laboratoriais de biociência e biotecnologia em centros de pesquisas, empresas de diversos setores, indústrias etc.

Entre as principais funções da profissão estão o preparo de materiais, meios de cultura, soluções e reagentes, análise de substâncias e materiais biológicos e o cultivo in vivo e in vitro microrganismos, células e tecidos animais e vegetais, entre outras atividades.

Viu algum erro nesse artigo ou gostaria de sugerir uma pauta? Entre em contato com a gente.

Comente